O almoço tranquilo

Os almoços em casa são muito animados (como já mencionado aqui). Várias atividades ao mesmo tempo: a comida na mesa, o filho pedindo suco, a bebê pedindo colo. Todo mundo querendo a mãe. E quando a mãe finalmente vai sentar pra comer, depois de resolver a vida de todo mundo, o suco do filho já acabou e a bebê precisa trocar a fralda.

Enfim. Muita movimentação.

Então essa semana, quando busquei meu filho na escola e ele disse que estava com sono e que queria dormir (raríssimo aqui em casa) eu quase pulei de animação. Minha bebê também estava já resmungando com o soninho da tarde batendo. Que coisa maravilhosa, os dois iriam tirar a soneca da tarde!

Será que eu teria um almoço tranquilo?

Rapidamente pus os dois para dormir. É incrível como nessas horas a gente consegue fazer as coisas numa velocidade sem igual. Em menos de cinco minutos estavam os dois deitados: meu filho com seu leite quentinho na cama, minha bebê com sua chupeta rosa no berço. Perfeito.

MACARRONADA1

Sentei para comer e deixei a babá eletrônica ligada para o caso de a bebê chorar. Ela ainda estava chorando um pouco (ela choraminga pra dormir. As vezes ela dá uns gritinhos, mas eventualmente acaba dormindo. Faz parte gente, eu meio que já me acostumei.) Calculei que ela ia choramingar por mais uns três minutos e depois dormiria.

E foi o que aconteceu. Aos poucos o chorinho foi ficando um resmungo, e parou. Meu filho a essa altura também já devia estar dormindo tranquilamente em sua cama.

Ah, a paz! Comecei a saborear o meu prato, nem podia acreditar!! É tão libertadora a sensação de comer sem filho no colo. Sem filho pedindo coisa. Sem estar dando de mamar. Ou contando historinha, ou cantando. Ou brincando de “adivinha em quem eu estou pensando”.

Comer tranquila é uma daquelas coisas que não valorizamos na vida. Até virar mãe.

Bom, eu estava degustando de minha macarronada quando de repente…

macarronada baba

A babá começou a fazer uns ruídos estranhos. Parecia um barulho de… pato.

Mas como assim? Um pato no quarto da minha filha?? Não fazia sentido.

Mas era som de pato mesmo. Como entrou? Pela janela? Em São Paulo? Não era possível…

Eu já estava começando a questionar a minha sanidade mental quando resolvi que seria mais prudente ir até o quarto tirar a dúvida.

Chegando lá, eis a cena com a qual eu me deparo:

macarronada 2

Meu filho DENTRO do berço da minha bebê. Os dois na maior animação.

EU: Filho!! O que você tá fazendo aí? Como você entrou??? Você não ia dormir?

FILHO: Já dormi mãe. Eu tô fazendo teatro.

Ah, então tá. Óbvio, ele está fazendo teatro. E quando foi que ele dormiu mesmo? Não me recordo.

Para resumir a história: Ainda não descobri nem como nem em que momento ele entrou lá. Só sei que ninguém mais quis dormir.

Ah. E que o jogo do almoço foi “Qual É a Música?”.

Advertisements

4 thoughts on “O almoço tranquilo

  1. Deee!!! Adoro seus posts.. Me identifico mto hehe.. Principalmente com esse!!! Sei a paz q eh poder sentar e comer tranquilo(rarissimo!!!) aqui em cAsa eh igualzinho hehe
    Bjs

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s