A Barata

Você tem medo/nojo de barata?

Eu tenho, muito. Só que eu não sabia disso até aparecer uma barata aqui na minha casa.

No meu banheiro. ECA!!

Era uma manhã como outra qualquer. Seis e quinze e as crianças já estava acordadas. Eu tinha voltado pra cama para tentar tirar mais uns 5 minutos de sono (em vão, é claro), quando escuto uma gritaria vinda do banheiro.

Vou ver o que está acontecendo e eis a cena:

BARATA 2

EU: Gente, o que foi aqui??? Tá tudo bem, é só um bichinho morto embaixo da pia. Daqui a pouco o papai vem tirar.

Nem dei importância àquele bichinho pequeno e estático. Tive certeza que estava morto.

Bom, nisso eu já desisti de tentar dormir mais né? Perdeu o clima.

Aí eu fiquei no banheiro com eles. Tirando o pijaminha da minha filha e conversando com meu filho enquanto ele estava sentadinho no trono. Era uma cena corriqueira. Tudo lindo.

BARATA 1

Quando, de repente, aquele bicho horroroso e gigantesco preto com antenas gigantescas saiu debaixo da pia e começou a correr. Sabe, com aquelas patinhas velozes e furiosas? Então.

Foi uma coisa tão rápida que eu estou tentando entender até agora. Num segundo a barata estava paradinha, indefesa e fingindo de morta debaixo da pia. No outro, ela já estava a metros de distância. Como pode??

Confesso que eu mesma fiquei surpresa com a minha reação na hora.

Que foi essa:

barata 3

Eu sempre soube que era meio dramática. Mas não imaginei que ficaria tão assustada e histérica. Sei que não é pra tanto, mas eu gritei tão alto que minha filha começou a chorar. Meu filho ficou olhando pra mim com cara de paisagem, tentando entender por que a mãe agia como uma louca.

Bom, graças a D’us o pai estava em casa.

Ele passou a correr atrás da barata com um chinelo (vejam só que clichê, mas é verdade!!) e após alguns minutos de agonia (pra mim) e pura diversão (para meu filho), ele finalmente capturou o mostro e jogou na privada.

Meu filho teve a honra de dar a descarga.

E nesse dia ele foi para escola MUITO feliz e realizado.

E desde então ele tem contado a História da Barata para TODO MUNDO que queira (ou que não queira) ouvir.

__________________________________________________________

#Nunca mais vou pensar / falar / comentar mal de quem grita e foge de insetos pequenos.

PS: Na imagem 3 meu filho aparece de shorts para preservar as suas partes íntimas. Na realidade não deu tempo de subir o pijama dele.

O episódio da barata ficou marcado para sempre aqui em casa. Para mim, como o dia que eu descobri que eu tenho SIM medo de barata. Para meu filho, como o dia em que apareceu um bicho DENTRO DA NOSSA CASA e ele ajudou a capturar. Para minha filha o dia que ela aprendeu a falar BI (bicho). E para meu marido, como o dia que ele salvou a família de um bicho (raridade em cidade grande).

Advertisements

13 thoughts on “A Barata

  1. Morri aqui Débora.
    Eu digo orgulhosamente que não tenho medo de barata, até ela começar a voar (não se engane, todas as baratas voam).
    É horrível né? Eu detesto, rs.
    Mas foi bom, afinal fez seu filho e marido se sentirem másculos 😉

    • Oi Fernanda!!
      Ai jura que você não tem medo de barata??? Minha heroína! Hahaha eu descobri que DE FATO tenho medo desse bicho! Gente, como corre rápido!! Ainda bem que não voou, senão eu caía pra trás!!
      Sim sim, apesar de tudo foi um episódio importantíssimo aqui em casa!! =)

  2. É por isso que falam em selva de pedras… hehehe

    Por aqui a coisa é diferente, é selva mesmo hahahaha.
    Esses dias ela estava brincando com um gafanhoto, botei até foto no blog. Uma vez, ainda bebê, uma perereca pulou na banheirinha…
    Se baratas não fossem tão sujas e asquerosas, super defenderia que a pequena fizesse carinho…rs

    Agora, que mãe medrosa! Kkkkk

    • Léo, Que bacana!! Aonde você mora??
      Hahaha adorei que sua filha já tem contato com esses bichinhos desde hoje… aqui em casa meu filho vê uma formiga e fica todo contente!!! Mal (ou bem) de cidade grande!

      Eu tento passar tranquilidade pra eles, juro que tento. Mas na hora foi… sei lá… tão natural!! (Pelo menos agora não grito mais tanto quando eles alimentam os carneiros na fazendinha! Já é um grande passo =))

  3. Acho impressionante as expressões que você põe neles… Parece que estamos aí! hahaha
    Eu tenho medo de rato.. Que me mordam… De insetos.. que me mordam tb… esses cascudos, então… Desmaio…rs

  4. Apesar dos pesares (provavelmente eu teria reagido igualzinho), daqui a alguns anos esse “causo” vai render boas risadas. Entrou pra história da família, definitivamente. Que bom que o caçador de monstros estava em casa. Ufa.

    • Oi Myriam! Que prazer em te ver por aqui =)
      Realmente, barata é NOJENTO. Mas que a experiência foi… interessante, isso foi!!
      Obrigada!!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s