Hora de Jantar

Lembro de quando meu filho começou a comer sopinhas e papinhas, quando tinha apenas meses. Era tudo uma beleza!

A gente dava batata, ele comia. Dava abobrinha, ele comia. Cenoura? Xuxu? Ervilha? Mandioca? Comia. Abóbora? Chuchu? Espinafre? Beterraba? Comia, feliz. Comia de tudo.

Lembro que eu pensava “que sortuda que sou! Meu filho é tão fácil pra comer!”

Hoje, 4 anos depois, a vida não anda tão fácil assim.

Não sei quando foi que isso aconteceu, mas hoje ele é muito seletivo pra comida. Por exemplo, faz mais de seis meses que ele decidiu que não come feijão. Não adianta, não come.

Legumes? Só batata. A cenoura só se for crua e bem raladinha. Saladas tipo pepino, tomate, milho, palmito, ele até que come bem. Mas com muita paciência e criatividade. Ultimamente só tem comido se for com prato de carinha.

Haja criatividade pra fazer prato de carinha TODOS os dias.

comida1

Dá trabalho, mas funciona.

Outras técnicas que funcionaram bem comigo:

Técnica “aviãozinho”

Clássica. Dispensa comentários.

Aqui em casa começou com o vrum vrum básico. Eu fazendo movimentos rebuscados com a colher, indo pra cima e pra baixo. Aquela coisa toda.

Mas depois de anos de vrum vrum, o nosso aviãozinho já se tornou mais elaborado:

comida 7

Com direito a voz de aeromoça, sons de campainha e tudo.

Técnica “Não deixa o passarinho comer”

Uma vez contei pra meus filhos que existe um passarinho que gosta de comer toda a comida das crianças, então eles tem que comer logo pro passarinho não pegar.

Então eu deixo uma colherzinha preparada no prato dele, dizendo:

comida 4

Gargalhadas e colheradas garantidas!!!

Técnica “Adivinha o que eu vou pôr na sua colher

Digamos que você tenha colocado 5 alimentos no prato do seu filho. Arroz, lentilha, carne, batata e tomate.

Então essa tática consiste em fazer diferentes combinações para ele adivinhar o que está comendo.

COMIDA 6

Faz tempo que não faço, mas ele adora.

Tática “Liga o dane-se e seja feliz”

Essa é para os dias que eles não estão afim de comer nada, e que eu já cansei de fazer malabarismos dramatizações e cambalhotas pra eles comerem.

comida 5

Afinal, ninguém vai morrer de fome.

Advertisements

10 thoughts on “Hora de Jantar

  1. HAHAHA As técnicas.. Eu vou apontar… Essa do passarinho comilão é MARA!
    Nossa, Deborah.. Fico imaginando fazer esse circulo dos pratos com o mouse… Eu fazia e era uma forma de conseguir tendinitis hehehe. Ótima semana para vcs! bjs

  2. hahahahahahahaha, adorei!!!!!

    Minha filha era uma belezura pra comer. Comia até pedra se viesse bem feitinha, com batata e arroz. Hoje em dia continua comendo bem, mas tem dias que …olha, vou te contar, dá vontade de falar: “Abra lá um pacote de biscoito e vai ser feliz!”. kkkkkkkkkk

    Amei tuas técnicas e adoro esse blog, Dou altas gargalhadas vendo os desenhos e lendo teus posts! Merecia virar um livro viu?

    • Querida Trícia,
      Conheço bem!! Eles enganam a gente né? Achamos que eles comem SUPER bem, mas quando crescem dão uma desandada!!
      A técnica do ligue o dane-se e seja feliz é infalível =)
      Obrigada pelas palavras doces!!

  3. Deborah adorei as dicas, nossa eu não tenho muitas habilidades (paciência), digo logo não quer comer vai ficar com fome, guardo o prato e pronto, na próxima refeição comem que é uma beleza, mas também se não comerem, não dou outra coisa, normalmente não passa de um dia essa chatice. Mas quando tem gente em casa tipo babá/avó etc elas ficam insistindo/implorando para as meninas comerem.

    Tri-beijos Desirée
    http://astrigemeasdemanaus.blogspot.com.br/

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s