2

Mania de Independência

Chega uma idade em que eles querem fazer tudo sozinhos.

Parece um sonho né??

#Sóquenão

banhos 1

 

Ok, ok.. se ela quer sozinha, vamos deixar né?

Tão bom, minha filha independente!!

Só que…

banho 3 copy

 

EU: Filha, deixa a mamãe te ajudar?

FILHA (em tom assassino): NA-UM!!!

Então tá…

banho 3 copy 2

 

Ok. Deixa eu aproveitar pra folhar minha Veja, então.

banho 4

É só ter muita um pouco de paciência que um dia eles chegam lá.

banho fim

Mesmo que aí já seja hora de sair..

___________________________________________

LEGENDAS do “infantilês”:

# quadrinho 1: “Não! Sozinha!!”

# quadrinho 5: “pronto!”

 

1

Do berço para a cama?

Primeiro filho a gente faz tudo como manda o figurino, certo?

Então na hora de trocar para a cama eu pesquisei bastante o assunto, peguei dicas com amigas, livros e blogs. Preparei meu filho psicologicamente, contei para ele a história do menino-que-cresceu-e-ganhou-uma-cama.

Montei a mini cama no quarto dele, comprei lindos lençois de ursinho, de bola, de bicicleta… Arrumamos juntos a caminha, com os bichinhos de pelúcia que iriam dormir lá com ele, etc…

minicama 1

Foi uma transição pacífica e tranquila. Um processo que durou semanas.

Segundo filho:

Um belo dia minha filha começou a se jogar do berço. Escalou com agilidade e pulou para o chão. Caiu de gatinho.

O irmão morreu de rir.

Ela, consequentemente, morreu de rir.

E eu morri de preocupação.

MINICAMA2

Mas não adiantava explicar que não se pode pular do berço. Se o irmão-mais-velho-ídolo riu, por que ela pararia de se jogar, oras? Foi tão divertido!!!

No mesmo instante percebi que ela teria que se mudar para a cama. Era o triste e acelerado fim do berço na minha casa.

Em minutos, arrumei com os lençóis de menino a minicama que esteva escanteada no quarto. Depois decorei com duas bonecas que estavam por ali. E voilá: a transição da minha filha para a cama.

Rápida e sem muito preparo, tadinha…

——————

Como todos os bebês, ela logo percebeu que agora  tinha o poder de se levantar sozinha e sair do quarto.

E era isso que fazia, toda santa noite: se levantava e fugia. Morrendo de rir. Se sentindo o máximo!!

A farra durou uns quinze dias, para o desespero da família.

minicama 3

Foram dias enlouquecedores….

E quando ninguém mais tinha esperanças de que ela ia aprender a dormir na cama….. ela aprendeu!! Yaaayyy!!!!

Como já dizia algum desses nossos poetas brasileiros, “no fim, tudo dá certo, e se não deu certo é porque ainda não chegou ao fim”. =)

__________________________________

Confesso que exigiu muito trabalho e disciplina por parte de nós, pais. E que em determinado momento não via mais a luz no fim do túnel. Até cogitei voltar ela pro berço… 

Mas aí aconteceu!!  Quase chorei de emoção!!

4

Coisas de bebê

Conversando com amigas, mães, pais, vizinhos, tias, primos, etc… percebi que tem muitas coisas que todo bebê faz igual. Ou pelo menos a maioria dos bebês:

Falar no telefone

Tem uma certa idade que tudo pra eles vira telefone. Uma escova de cabelo, um carrinho de brinquedo… Uma colher. Eles adoram colocar no ouvido e falar Alô.

(Isso quando não pegam o próprio celular dos pais)

coisadebebe3

Limpar as coisas

Seu filho tá chorando? Você tá sem ideias? Dá um pano de prato pra ele. Uma toalha. Um lenço umedecido. Qualquer coisa que ele possa esfregar no chão.

Se jogar um pouco de água então, eles vão à loucura. Impressionante como eles amam limpar! Que criança não teve a fase da vassoura e do rodo?

coisa de bebe4

 

 

Dar as suas coisas pra você

Ou na verdade, dar qualquer coisa pra você. Minha filha se vê minha chave de casa na mesinha da entrada vem correndo trazer pra mim. A mesma coisa com minha bolsa, ou meu livro.

Isso quando ela não traz umas coisas nada a ver. Tipo uma panela. Um sabonete. Um pé de sapato.

coisadebebe

*tó mamãe

Tirar as meias

No meio do dia. Assim, do nada.

Eles se sentem tão poderosos quando conseguem fazer isso!! (E ai de você se tentar colocar de novo.)

meia 1

Mexer nos armários

Principalmente nas panelas da cozinha. Mas aqui em casa ela também curte os armários do banheiro.

coisadebebe2

E lá vai a mamãe arrumar o mesmo armário dez vezes por dia!!

E os seus bebês? O que fazem que é Coisa de Bebê??
__________________________________________________________________

#MomentoNostalgia:

Segundo filho é assim: você sabe que tudo é fase, e que as fases passam e um belo dia, terminam. Coisas que me deixavam desesperada com o primeiro filho foram muito mais tranquilas no segundo: a agonia das primeiras semanas. As cólicas. As madrugadas em claro. A introdução dos sólidos. O primeiro dia na escola…

Na segunda filha, eu já tenho plena consciência de que todos os momentos difíceis passam.

Minha filha de 22 meses ainda faz quase todos os itens dessa lista. Alguns dos itens me deixam meio maluca. Alguns me deixam fascinada. Alguns me fazem morrer de rir. E eu sei que, infelizmente, tem prazo pra terminar…

Porque daqui a pouco ela não vai mais se importar em trazer as chaves de casa até mim. Na verdade, eu vou ter que implorar se precisar que ela me busque algo.

Logo mais, ela também não vai dar a mínima para as panelas da cozinha.

Limpar, que era tão legal, vai se tornar um castigo.

Ela vai começar a falar frases inteiras, e as palavras que hoje saem deliciosamente erradas, vão sair perfeitas.

E ela vai parar de tirar as meias no meio do dia para fazer gracinha.

É… passa tão rápido.

Aproveitem muito os seus bebês.

1

Presente de dia dos Pais

Semana passada, véspera de dia dos pais. Sento com os meus filhos para discutir as possíveis opções para o presente desse ano. O que podemos dar? Um sapato? Não.. Um pijama? Já dei ano passado. Um casaco?

Hm. Parece uma ótima ideia, já que eu perdi o casaco que ele adora nas férias de julho. (Não perguntem como. Simplesmente perdi!! Mãe carregada de coisas, um avião lotado, filhos inquietos… enfim. A história fica pra outro post…)

dia dos pais 142

EU: Eu sei que ele tem casaco. Mas eu perdi um casaco dele esse mês e …

FILHO: Ah mãe, não precisa comprar nada. Eu já estou fazendo um presente na escola.

Ah sim. O presente da escola. Esqueci.

EU: Ah é? E o que é o presente?

FILHO: É um copo. Pra tomar café da manhã.

EU: Que bacana filho. E como você tá fazendo ele? Pintando?

FILHO: Sim. Com tinta. É uma sequencia de listras verde- azul – amarela- vermelha

dia dos pais 143

EU: Juntos, filho?

FILHO: Sim! Ele vai gostar. Eu também fiz um cartão de camisa com um monte de corações.

De repente me passa pela cabeça: não posso ensinar meu filho a ser consumista né? Se ele quer dar o presente feito a mão, vamos dar o tal presente feito a mão.

Então esse ano o presente de dia dos pais foi um copo. Ou melhor, uma linda caneca de porcelana pintada a mão. Com um cartão de camisa. E também brigadeiros. E desenhos de “melhor pai do mundo” impressos do google e coloridos pelas crianças.

dia dos pais 145

E é claro, muitos beijos e abraços! E querem saber? Ele adorou. As vezes menos é mais.

(Mas não desisti do casaco. Só adiei um pouco..)

E você? O que ganhou de dia dos pais?

7

Como é sair de casa

Às vezes a gente sai de casa. Sabe? Pra passear, ou ir pra escola, para o supermercado… Enfim.

O negócio é que… o processo todo, desde o “vamos sair de casa??” até sairmos de fato, demora.

Quem tem filho, sabe.

Primeiro a gente se certifica que está todo mundo vestido, limpo, alimentado, com sapato no pé.

saindo 1

Aí eu preparo a bolsa com coisas que podem ser úteis para eles. No meu caso, são coisas tipo fralda, lenço umedecido, água (vai que eles tem sede?), lanche (vai que eles ficam com fome?), casacos (porque esse clima de São Paulo ninguém merece), chupeta (salva vidas para hora do aperto).

Eu sei que fico andando pela casa feito barata tonta.

saindo 3

Aí eu preparo a MINHA bolsa né? Porque mãe também merece. Celular? Check. Carteira? Check. Chiclete? Gloss? Lixa de unha? Enfim, cada mãe com sua loucura.

Nisso meus filhos já se sujaram (com lapis de cor, com água, com massinha, com lego.. com seja lá o que eles estão brincando. É uma capacidade impressionante que eles têm de se sujar.)

SAINDO4

Ok, troca a blusa. Sem stress.

Finalmente, tudo em mãos, chega o momento “se-eu-não-sair-já-eu-não-saio-mais”. Consiste em eu parar na frente porta de entrada da casa e berrar “CRIANÇAS TO NO ELEVADOOOOR. ELEVADOOOOR, VAMOS DESCER”.

Nessa hora eles até que ajudam. Vêm correndo, bonitinhos.

Entramos no elevador, descemos.

E é lógico que assim que chegamos na garagem, meu filho…

saindo 5

Ai ai ai..

Mas aprendi a ter fé.. muita fé. No fim das contas, a gente sai de casa todo dia!! =D

E por aí? Também é uma novela pra sair de casa?

 

2

Copa com os filhos

Sempre gostei do Brasil em clima de copa do mundo. É uma delícia!! Todo povo naquela vibe de união, comemorando com os amigos, tomando uma cervejinha no bar… Os carros e as ruas em verde e amarelo. Todo mundo comprando figurinhas pra completar o álbum… Deixando de lado as diferenças e torcendo por um bem maior. (Coloquemos as manifestações, as greves e a Dilma em stand by um pouquinho, né??)

Mas depois de me tornar mãe devo confessar que assistir aos jogos com as crianças é uma missão quase impossível. Acho que as mães e pais do Brasil haverão de concordar comigo.

brasil 1

Eles não entendem a importância da situação. Pra eles é como se fosse um dia normal, só que eles estão vestidos de verde e amarelo e os pais tão meio doidinhos.

Meu filho até entende um pouco, assiste alguns minutinhos… mas que criança aguenta ver 90 minutos de jogo??

E é impressionante como a lei de Murphy age com força nessa hora. A vontade deles de ir ao banheiro vem nos momentos mais inoportunos…

brasil 2

É uma beleza!!

Mal posso esperar pelos próximos jogos…

5

As certezas que eles tem

As vezes as crianças chegam com umas verdades absolutas. Umas coisas nada a ver com nada, mas que eles acreditam do fundo do coração deles. Coisas que, por algum motivo, para eles fazem todo o sentido.

Lembro de quando meu filho veio me explicar que o carneiro chama carneiro pois come muita carne.

Eu tentei explicar que o carneiro não come carne, que na verdade ele é um animal herbívoro, que só come vegetais como por exemplo o pasto. Até mostrei fotos de carneiro no google.

Mas não obtive sucesso. Ele continuou convicto de que o carneiro chama carneiro pois come muita carne.

Aí eu desisti, né? O tempo vai ensinar.

Essa semana ele me apareceu com uma nova certeza absoluta.

Eu estava trocando minha filha, quando ele chega correndo afobado.

carneiro 1

Nessa hora há um silêncio.

Como se ele estivesse organizando os pensamentos dele antes de falar.

E aí ele me conta o que está pensando:

carneiro 2

Ah meu D”s, e essa agora? Da onde ele tirou?

EU: E quem te contou isso filho?

ELE: Eu já sabia sozinho.

O que fazer? Tento explicar ou deixo ele descobrir sozinho?

No caso, deixei por isso mesmo, porque até eu conseguir organizar as minhas ideias e ensaiado uma resposta, ele já tinha se virado e voltado para seu quebra cabeça.