3

Show de mágica

Nova moda da casa: mágica. Com baralho.

Eu estava em casa sentada tranquila, quando de repente:

magica 11

Hm mágica!! De novo.
Ok, legal.

magica 12

Ok. Dois de coração. Fácil. Decorável.

Vambora.

magic 13

Devolvo.

Aí, durante uns 20 segundos, ele mistura as cartas, rindo misterioso, e finalmente, tira exultante uma carta do baralho, e pergunta:

magica 14

Ai… não é. Mas o que eu respondo?

EU: É essa mesma filho!! Legal!!!

Tomara que ele não saia por aí fazendo mágicas de baralho pras pessoas.

________________________________________________

Acho importante complementar o post compartilhando que na terceira tentativa ele acertou a carta! Eeee!

E que ele seguiu fazendo a mesma mágica por meia hora depois…

4

A vaca na estrada

Na minha época de criança as estradas eram cheias de gado. Coisa linda. Tinha vaca, carneiro, cavalo… espalhados naqueles pastos enormes.

Hoje em dia as coisas não são mais assim. Bom, pelo menos em São Paulo. Até tem vaca de vez em quando, mas não que nem antigamente. Aí quando acontece de ter vaca, eu aponto freneticamente e grito para as crianças:

EU: Gente olha ali a vaca!  Olha filho!! Olha filha!! ALI! Que lindas!!!

Lá estão elas, no pasto verde e grande. Há dezenas espalhadas! Pastando, comendo, caminhando.

vaca

A visão das vacas deve durar uns cinco segundos, com sorte.

Então, assim que passamos por todas e que não sobrou nenhuma, minha filha de dois anos sentada na sua cadeirinha olha atentamente pela janela e pergunta: vaca 2

Que dó… Nunca dá tempo dela ver. Vai ficar pra próxima. Quem sabe.

As vezes tenho dúvida se vale a pena mostrar os bichos na rua, quando passamos por algum pássaro perdido. Porque quando as crianças não conseguem ver é tão frustrante, tadinhos. Minha filha pelo menos segue choramingando o caminho todo.

____________________________

infantilês

cáca = vaca 

3

Desfralde?

Tem uma hora que eles começam a perceber que é interessante tirar a fralda. E, é com muita emoção que declaro que, aparentemente, minha filha atingiu esse estágio da infância.

O segundo desfralde na minha experiência tem sido tão diferente do primeiro!! A gente acha que vai ser a mesma coisa, mas cada filho é um filho né? Cada um no seu ritmo, com suas peculiaridades.

Então nesse post resolvi descrever o passo a passo aqui em casa. (Funcionou com 50% dos meus filhos até agora. Minha filha ainda está em processo de dar certo. Mas vale compartilhar né?)

1 – Treinar

Consiste em apresentar a privada (penico, vasinho, seja lá o que você pretende utilizar) e levar a criança até la para praticar o seu uso, antes de tirar efetivamente a fralda. Familiarizá-la com a privada ou semelhante.

Ela ver você fazendo (ou os irmãos, amiguinhos, primos, etc) também ajuda a entender como a coisa acontece.

fralda 1

2- Ler livros

Contar historinhas sobre a princesa/ o pirata/ o fazendeiro/ o cachorrinho que fazia coco na privada e todo mundo cantava parabéns e comemorava. Existem inúmeros títulos sobre o assunto!

fralda 2

3- Comprar calcinhas e cuecas

De preferência dos personagens preferidos do seu filho. Aí eles se empolgam mais pra usar!

fralda 3

 

4- Levar ao banheiro de hora em hora

Pra garantir que não haverá nenhuma escapada. Não que garanta, ela tem escapado um pouco… Porque quando eles estão brincando, eles se distraem e esquecem né? Mas ok, faz parte… Fé. Foco. Paciência

 

fralda 4

5- Adesivos

Dar adesivo de recompensa parece coisa batida mas funciona muito. Aqui em casa, xixi vale um selinho, cocô vale dois.fralda 5

É isso! Agora são dois sem fralda aqui em casa. E eu tenho passado boas horas do meu dia no banheiro com eles. Ou falando sobre ir ao banheiro. Ou pensando que tenho de levá-la ao banheiro. Têm sido dias emocionantes!!

2

Mania de Independência

Chega uma idade em que eles querem fazer tudo sozinhos.

Parece um sonho né??

#Sóquenão

banhos 1

 

Ok, ok.. se ela quer sozinha, vamos deixar né?

Tão bom, minha filha independente!!

Só que…

banho 3 copy

 

EU: Filha, deixa a mamãe te ajudar?

FILHA (em tom assassino): NA-UM!!!

Então tá…

banho 3 copy 2

 

Ok. Deixa eu aproveitar pra folhar minha Veja, então.

banho 4

É só ter muita um pouco de paciência que um dia eles chegam lá.

banho fim

Mesmo que aí já seja hora de sair..

___________________________________________

LEGENDAS do “infantilês”:

# quadrinho 1: “Não! Sozinha!!”

# quadrinho 5: “pronto!”

 

1

Do berço para a cama?

Primeiro filho a gente faz tudo como manda o figurino, certo?

Então na hora de trocar para a cama eu pesquisei bastante o assunto, peguei dicas com amigas, livros e blogs. Preparei meu filho psicologicamente, contei para ele a história do menino-que-cresceu-e-ganhou-uma-cama.

Montei a mini cama no quarto dele, comprei lindos lençois de ursinho, de bola, de bicicleta… Arrumamos juntos a caminha, com os bichinhos de pelúcia que iriam dormir lá com ele, etc…

minicama 1

Foi uma transição pacífica e tranquila. Um processo que durou semanas.

Segundo filho:

Um belo dia minha filha começou a se jogar do berço. Escalou com agilidade e pulou para o chão. Caiu de gatinho.

O irmão morreu de rir.

Ela, consequentemente, morreu de rir.

E eu morri de preocupação.

MINICAMA2

Mas não adiantava explicar que não se pode pular do berço. Se o irmão-mais-velho-ídolo riu, por que ela pararia de se jogar, oras? Foi tão divertido!!!

No mesmo instante percebi que ela teria que se mudar para a cama. Era o triste e acelerado fim do berço na minha casa.

Em minutos, arrumei com os lençóis de menino a minicama que esteva escanteada no quarto. Depois decorei com duas bonecas que estavam por ali. E voilá: a transição da minha filha para a cama.

Rápida e sem muito preparo, tadinha…

——————

Como todos os bebês, ela logo percebeu que agora  tinha o poder de se levantar sozinha e sair do quarto.

E era isso que fazia, toda santa noite: se levantava e fugia. Morrendo de rir. Se sentindo o máximo!!

A farra durou uns quinze dias, para o desespero da família.

minicama 3

Foram dias enlouquecedores….

E quando ninguém mais tinha esperanças de que ela ia aprender a dormir na cama….. ela aprendeu!! Yaaayyy!!!!

Como já dizia algum desses nossos poetas brasileiros, “no fim, tudo dá certo, e se não deu certo é porque ainda não chegou ao fim”. =)

__________________________________

Confesso que exigiu muito trabalho e disciplina por parte de nós, pais. E que em determinado momento não via mais a luz no fim do túnel. Até cogitei voltar ela pro berço… 

Mas aí aconteceu!!  Quase chorei de emoção!!

4

Coisas de bebê

Conversando com amigas, mães, pais, vizinhos, tias, primos, etc… percebi que tem muitas coisas que todo bebê faz igual. Ou pelo menos a maioria dos bebês:

Falar no telefone

Tem uma certa idade que tudo pra eles vira telefone. Uma escova de cabelo, um carrinho de brinquedo… Uma colher. Eles adoram colocar no ouvido e falar Alô.

(Isso quando não pegam o próprio celular dos pais)

coisadebebe3

Limpar as coisas

Seu filho tá chorando? Você tá sem ideias? Dá um pano de prato pra ele. Uma toalha. Um lenço umedecido. Qualquer coisa que ele possa esfregar no chão.

Se jogar um pouco de água então, eles vão à loucura. Impressionante como eles amam limpar! Que criança não teve a fase da vassoura e do rodo?

coisa de bebe4

 

 

Dar as suas coisas pra você

Ou na verdade, dar qualquer coisa pra você. Minha filha se vê minha chave de casa na mesinha da entrada vem correndo trazer pra mim. A mesma coisa com minha bolsa, ou meu livro.

Isso quando ela não traz umas coisas nada a ver. Tipo uma panela. Um sabonete. Um pé de sapato.

coisadebebe

*tó mamãe

Tirar as meias

No meio do dia. Assim, do nada.

Eles se sentem tão poderosos quando conseguem fazer isso!! (E ai de você se tentar colocar de novo.)

meia 1

Mexer nos armários

Principalmente nas panelas da cozinha. Mas aqui em casa ela também curte os armários do banheiro.

coisadebebe2

E lá vai a mamãe arrumar o mesmo armário dez vezes por dia!!

E os seus bebês? O que fazem que é Coisa de Bebê??
__________________________________________________________________

#MomentoNostalgia:

Segundo filho é assim: você sabe que tudo é fase, e que as fases passam e um belo dia, terminam. Coisas que me deixavam desesperada com o primeiro filho foram muito mais tranquilas no segundo: a agonia das primeiras semanas. As cólicas. As madrugadas em claro. A introdução dos sólidos. O primeiro dia na escola…

Na segunda filha, eu já tenho plena consciência de que todos os momentos difíceis passam.

Minha filha de 22 meses ainda faz quase todos os itens dessa lista. Alguns dos itens me deixam meio maluca. Alguns me deixam fascinada. Alguns me fazem morrer de rir. E eu sei que, infelizmente, tem prazo pra terminar…

Porque daqui a pouco ela não vai mais se importar em trazer as chaves de casa até mim. Na verdade, eu vou ter que implorar se precisar que ela me busque algo.

Logo mais, ela também não vai dar a mínima para as panelas da cozinha.

Limpar, que era tão legal, vai se tornar um castigo.

Ela vai começar a falar frases inteiras, e as palavras que hoje saem deliciosamente erradas, vão sair perfeitas.

E ela vai parar de tirar as meias no meio do dia para fazer gracinha.

É… passa tão rápido.

Aproveitem muito os seus bebês.

1

Presente de dia dos Pais

Semana passada, véspera de dia dos pais. Sento com os meus filhos para discutir as possíveis opções para o presente desse ano. O que podemos dar? Um sapato? Não.. Um pijama? Já dei ano passado. Um casaco?

Hm. Parece uma ótima ideia, já que eu perdi o casaco que ele adora nas férias de julho. (Não perguntem como. Simplesmente perdi!! Mãe carregada de coisas, um avião lotado, filhos inquietos… enfim. A história fica pra outro post…)

dia dos pais 142

EU: Eu sei que ele tem casaco. Mas eu perdi um casaco dele esse mês e …

FILHO: Ah mãe, não precisa comprar nada. Eu já estou fazendo um presente na escola.

Ah sim. O presente da escola. Esqueci.

EU: Ah é? E o que é o presente?

FILHO: É um copo. Pra tomar café da manhã.

EU: Que bacana filho. E como você tá fazendo ele? Pintando?

FILHO: Sim. Com tinta. É uma sequencia de listras verde- azul – amarela- vermelha

dia dos pais 143

EU: Juntos, filho?

FILHO: Sim! Ele vai gostar. Eu também fiz um cartão de camisa com um monte de corações.

De repente me passa pela cabeça: não posso ensinar meu filho a ser consumista né? Se ele quer dar o presente feito a mão, vamos dar o tal presente feito a mão.

Então esse ano o presente de dia dos pais foi um copo. Ou melhor, uma linda caneca de porcelana pintada a mão. Com um cartão de camisa. E também brigadeiros. E desenhos de “melhor pai do mundo” impressos do google e coloridos pelas crianças.

dia dos pais 145

E é claro, muitos beijos e abraços! E querem saber? Ele adorou. As vezes menos é mais.

(Mas não desisti do casaco. Só adiei um pouco..)

E você? O que ganhou de dia dos pais?