3

Distrações maternas

Sempre começa com um convite inocente.

FILHO: Mãe, quer assistir meu teatro de playmobil?

EU: Quero filho! Oba!

Nada contra os teatros e shows e afins. Acho super legal e educativo. Mas tenho uma certa dificuldade em prestar atenção em toda a história – que pode chegar a durar horas.

Porque crianças de cinco anos contando histórias causam certas distrações…

MAGICO 11

Ah que legal, história de mágico é novidade.

magico 122Hm… bichos. Preciso comprar tomada de bicho pro quarto das crianças eles tão levando muita picada… Deixo olhar aqui no aplicativo da Onofre se tem.

FILHO: E a girafa caiu do trem e…

MAGICO 454EU: To sim, to sim, desculpa.

FILHO: E aí a rainha do mal…

Que rainha do mal? Ele não tava falando de nenhuma rainha do mal antes. Aliás eles tem aniversário do Frozen essa semana. Preciso comprar presente. E também preciso comprar shampoo pra eles que está acabando.

E por falar em comprar deixa eu fazer uma lista de supermercado rapidinho, tá faltando tudo nessa casa.

,magico 343

Ai é mesmo… o teatro!!

___________________________________________

No fim deu tudo certo. Ouvi mais ou menos a história do mágico dos bichos e da rainha má. Porque minha filha apareceu precisando ir no banheiro duas vezes, o interfone tocou, e eu precisei ajudar um animado grupinho de whatsapp a decidir se uma blusa era bonita para comprar ou não.

Mas meu filho ficou feliz que eu permaneci lá, quase firme e forte, até o fim da história.

Advertisements
2

Em pé de guerra

Acabamos de passar por um momento de guerra aqui em casa.

Guerra mesmo.

Não sei como começou e nem como aconteceu.

De repente, eu comecei a sentir que estou fazendo tudo errado. Será que eu estou educando direito?

De repente parece que eu estou falando grego. Que as crianças não me entendem e que eu não entendo elas.

Eu falo A, meu filho quer B. Eu falo amarelo, ele insiste em no verde. Não sei o que aconteceu, nem como, nem exatamente quando começou.

Mas a vida estava assim:

HORA DE ENTRAR NO BANHO

sitio 1

 

HORA DE SAIR DO BANHO

sitio 2

 

HORA DE DORMIR

SITIO 3

HORA DE ACORDAR

SITIO 4

E assim vai.

Não eram resmungadas bobas do dia a dia. Eram discussões ferozes, regadas de ameaças de ambas as partes (entre as minhas “você não vai poder convidar amiguinho essa semana!!” e as dele “eu vou te acordar a noite!!”)

Sabia que era só uma fase. Que logo iria passar. Mas que fase dura!! E nesse meio tempo, entre tentar me manter calma sem explodir e tentar acalmá-lo, busquei explicações para esse comportamento. Adolescência da primeira infância? Da segunda infância? Volta as aulas? Ansiedade por algum motivo? Não sei que razões podem ser.

E esperei. E tive paciência. E mudei algumas coisas em casa. Minimizei as cobranças.

Mas o mais importante foi o esperar, com calma.

E aí, um belo dia…

SITIO 5

Passou. Com muita paciência e amor, funcionou.

Agora estamos de volta a fase das reclamadas básicas do dia a dia. Nunca imaginei que sentiria falta delas!!

1

Escolhas

Aqui ultimamente temos utilizado um método muito eficaz quando temos uma decisão difícil para ser tomada. Se chama Uni Duni Tê, acho que todo mundo conhece né?

Minha filha de dois anos usa para tudo.

“que Shampoo você vai querer usar hoje, o amarelo ou o verde?”

“Você quer comer maçã ou melancia?”

“Que livrinho você quer ler hoje?”

Então ontem eu estava vestindo ela pela manhã e perguntei qual das duas blusinhas ela iria querer usar:

uni duni

Como sempre, uma decisão difícil.

uni duni 2

E lá vamos nós, estendendo o braço gorducho e apontando de uma blusinha para a outra…

uni duni 3

o – sor – ve – te  –  co – lo – ri – do …..

uni duni 4

Aí ela para de mexer o bracinho de um lado para o outro e pensa concentradamente.

E finalmente:

uni duni 5

Uma escolha cem por cento neutra e imparcial.

3

Show de mágica

Nova moda da casa: mágica. Com baralho.

Eu estava em casa sentada tranquila, quando de repente:

magica 11

Hm mágica!! De novo.
Ok, legal.

magica 12

Ok. Dois de coração. Fácil. Decorável.

Vambora.

magic 13

Devolvo.

Aí, durante uns 20 segundos, ele mistura as cartas, rindo misterioso, e finalmente, tira exultante uma carta do baralho, e pergunta:

magica 14

Ai… não é. Mas o que eu respondo?

EU: É essa mesma filho!! Legal!!!

Tomara que ele não saia por aí fazendo mágicas de baralho pras pessoas.

________________________________________________

Acho importante complementar o post compartilhando que na terceira tentativa ele acertou a carta! Eeee!

E que ele seguiu fazendo a mesma mágica por meia hora depois…

2

Mania de Independência

Chega uma idade em que eles querem fazer tudo sozinhos.

Parece um sonho né??

#Sóquenão

banhos 1

 

Ok, ok.. se ela quer sozinha, vamos deixar né?

Tão bom, minha filha independente!!

Só que…

banho 3 copy

 

EU: Filha, deixa a mamãe te ajudar?

FILHA (em tom assassino): NA-UM!!!

Então tá…

banho 3 copy 2

 

Ok. Deixa eu aproveitar pra folhar minha Veja, então.

banho 4

É só ter muita um pouco de paciência que um dia eles chegam lá.

banho fim

Mesmo que aí já seja hora de sair..

___________________________________________

LEGENDAS do “infantilês”:

# quadrinho 1: “Não! Sozinha!!”

# quadrinho 5: “pronto!”

 

5

Croácia

A Croácia esse ano ganhou enorme popularidade aqui em casa. Meu filho que antes sabia basicamente o que era Brasil e Estados Unidos, agora adicionou a Croácia a sua lista de países conhecidos.

Acredito que muito tenha a ver com a abertura da Copa do Mundo…Por ser o primeiro jogo do Brasil na copa, pela vitória dos 3 a 1.

Ele definitivamente marcou o nome desse país na memória.

Há poucas semanas, assistíamos a um jogo qualquer (onde os uniformes de um time eram vermelhos) e meu filho comentou:

CROACIA2E era o Flamengo. Contra Botafogo.

Além disso, ele também integrou a Croácia aos nossos jogos de futebol caseiros:

croacia 32

E essa semana, mesmo passado mais de um mês da Copa, vi que ele ainda não esqueceu da Croácia, quando ele me trouxe o seu desenho do Mapa do Mundo:

coroacia2

Aparentemente existe uma enorme massa de terra que constitui a cidade de Miami, e fazem fronteira com ela a Croácia e o Brasil. Dentro de Miami fica a África, onde moram todos os animais ferozes.

Acho tão fofo que prefiro não corrigir por enquanto… o tempo ensinará. (E o mapa que ele tem no quarto dele também.)

Enquanto isso, vamos brincar de Corinthians versus Croácia, de Croácia versus Palmeiras – (nesse caso é a Croácia que vence). Porque o que importa mesmo é ser feliz.

1

Presente de dia dos Pais

Semana passada, véspera de dia dos pais. Sento com os meus filhos para discutir as possíveis opções para o presente desse ano. O que podemos dar? Um sapato? Não.. Um pijama? Já dei ano passado. Um casaco?

Hm. Parece uma ótima ideia, já que eu perdi o casaco que ele adora nas férias de julho. (Não perguntem como. Simplesmente perdi!! Mãe carregada de coisas, um avião lotado, filhos inquietos… enfim. A história fica pra outro post…)

dia dos pais 142

EU: Eu sei que ele tem casaco. Mas eu perdi um casaco dele esse mês e …

FILHO: Ah mãe, não precisa comprar nada. Eu já estou fazendo um presente na escola.

Ah sim. O presente da escola. Esqueci.

EU: Ah é? E o que é o presente?

FILHO: É um copo. Pra tomar café da manhã.

EU: Que bacana filho. E como você tá fazendo ele? Pintando?

FILHO: Sim. Com tinta. É uma sequencia de listras verde- azul – amarela- vermelha

dia dos pais 143

EU: Juntos, filho?

FILHO: Sim! Ele vai gostar. Eu também fiz um cartão de camisa com um monte de corações.

De repente me passa pela cabeça: não posso ensinar meu filho a ser consumista né? Se ele quer dar o presente feito a mão, vamos dar o tal presente feito a mão.

Então esse ano o presente de dia dos pais foi um copo. Ou melhor, uma linda caneca de porcelana pintada a mão. Com um cartão de camisa. E também brigadeiros. E desenhos de “melhor pai do mundo” impressos do google e coloridos pelas crianças.

dia dos pais 145

E é claro, muitos beijos e abraços! E querem saber? Ele adorou. As vezes menos é mais.

(Mas não desisti do casaco. Só adiei um pouco..)

E você? O que ganhou de dia dos pais?